Alemã Inform instala "hub" em Lisboa com 40 pessoas focadas na prevenção de fraudes

2 meses atrás 38

Entrevista por escrito a Andreas Meyer, Co-CEO da Inform, grupo que escolheu João Faísca para liderar o negócio em Portugal.

O que é a Inform?

Com sede em Aachen, Alemanha, a Inform desenvolve softwares para a otimização de processos de negócio utilizando a tomada de decisão digital baseada em inteligência artificial (IA) e investigação operacional. Cada decisão que uma empresa toma tem um impacto direto em muitas partes interessadas, desde clientes e funcionários até acionistas e a sociedade em geral. Na Inform, acreditamos que as decisões e processos de negócio podem ser amplamente otimizados com a aplicação de IA e matemática avançada.

Enquanto o software de gestão de dados fornece apenas informações, os algoritmos da Inform podem analisar grandes quantidades de dados em questão de segundos, calcular inúmeras variantes de decisão e sugerir a melhor solução possível ao utilizador para implementação. Complementando os sistemas de TI clássicos, este é o caminho para o maior sucesso e sustentabilidade dos nossos clientes.

Onde é que a Inform está presente e quantas pessoas emprega?

Mais de 1.000 empresas em mais de 40 países trabalham com sistemas de software Inform, que têm apoio 24 horas por dia, 7 dias por semana, desde Aachen, Alemanha, e as várias empresas do grupo Inform em Atlanta (Estados Unidos), Sydney (Austrália), Santiago do Chile (Chile), São Paulo (Brasil), Lisboa (Portugal) e Singapura.

Mais de 950 engenheiros de software, analistas de dados e consultores, de mais de 30 nacionalidades, oferecem soluções chave-na-mão para uma infinidade de setores de negócio e tipos de operações. O nosso software otimiza bilhões de decisões todos os dias numa secção transversal de indústrias, desde aviação, transporte e logística, até finanças, banca e telecomunicações. Ele é usado para diversas aplicações, incluindo planeamento de vendas e produção, gestão de força de trabalho, logística e transporte, gestão de stock, gestão de riscos e prevenção de fraudes financeiras.

Quanto é que o grupo fatura?

Em 2021, a Inform obteve receitas de 101,5 milhões de euros. Os lucros são consistentemente reinvestidos em I&D substanciais, ou seja, inovações incrementais de sistemas, bem como novos produtos visionários.

Quais foram as razões que determinaram a expansão da Inform para Portugal?

A Inform abriu um novo escritório em Portugal para potenciar a expansão das suas soluções no mercado nacional focadas na prevenção de riscos e fraudes com base em IA e deteção em tempo real para instituições financeiras e telecomunicações, bem como soluções para aviação, logística e gestão de mão-de-obra como principais áreas de negócio da empresa em Portugal.

A escolha de Portugal resultou da procura muito cuidada do grupo Iinform por uma localização fora da Alemanha, mas na Europa, para estabelecer um "hub" de inovação e talento. Portugal provou ter as capacidades em termos de recursos humanos com fortes competências técnicas, o que no nosso caso, enquanto empresa tecnológica fornecedora de software avançado, foi fundamental. Aliado à formação técnica, levamos em consideração outros fatores que consideramos muito importantes, as "soft skills": proatividade, flexibilidade, atitude positiva e, em muitos casos, experiência internacional. 

A equipa irá trabalhar em projetos internacionais e nacionais. Do nosso ponto de vista, Portugal tem um potencial de negócio muito interessante para a nossa oferta de software. Tal como acontece com os nossos clientes internacionais, procuramos relações sustentáveis e de longo prazo com os nossos clientes em Portugal.

Onde ficará localizado o escritório da inform em Portugal?

Os modernos escritórios da Inform em Portugal estão localizados em Lisboa e situam-se junto ao rio Tejo. Como uma empresa familiar, a compatibilidade entre carreira e família é particularmente importante para nós. Apesar de vermos o nosso escritório como um local importante para conhecer e trocar ideias, existem muitas oportunidades para o trabalho remoto, incluindo trabalhar a partir de casa e de outras partes de Portugal.

Os nossos colaboradores têm também a oportunidade de trabalhar noutras localizações do grupo Iinform, dependendo das suas necessidades e preferências, ou de colaborar com clientes em todo o mundo no contexto dos nossos projetos, muitas vezes internacionais.

Qual foi o valor do investimento em Portugal?

Desde o segundo semestre de 2022 que temos vindo a construir as bases da empresa, a definir processos internos e a definir o plano de negócios para a Iinform Portugal. O investimento envolve a contratação de pessoal para desenvolver o software em colaboração com a sede alemã, consultores de negócios para implementar o software e para algumas áreas, força de vendas portuguesa para trabalhar no mercado português e alguns mercados internacionais. Assim, para além da contratação e formação de colaboradores, houve também um investimento no escritório de Lisboa [sem revelar o valor].

Quais são os objetivos a atingir pela Inform em Portugal?

O "go-to-market" comercial para Portugal iniciou-se em janeiro deste ano com uma abordagem progressiva às várias indústrias aproveitando a vasta experiência internacional do grupo Iinform e as referências internacionais de renome onde o software Inform está inserido. 

Portugal tem potencial de negócio para o nosso software inteligente de tomada de decisão aplicado em muitas áreas de negócio e indústrias, tais como: aviação, risco e fraude aplicado à banca, seguros e telecomunicações, logística automóvel, transportes e gestão da força de trabalho.

Vemos um forte apetite nessas áreas de foco por soluções avançadas de planeamento como a nossa. Aproveitando os inúmeros casos de sucesso dos clientes internacionais da Inform, pretendemos introduzir rapidamente os nossos sistemas também a mais empresas portuguesas, com grandes ganhos de eficiência, resiliência e rápido retorno do investimento.

Quantos profissionais contrataram para o arranque da actividade da Inform em Portugal?

Alguns meses após a criação da empresa, iniciámos o processo de contratação e, actualmente, contamos com 22 colaboradores. Os perfis que estamos contratando são funcionários para desenvolvimento de software e para algumas áreas do nosso portfólio de produtos, consultores de negócios.

E quantos prevêem contratar nos próximos tempos?

Durante 2023, iremos contratar pessoal adicional nas várias unidades de negócio da Inform para trabalhar com clientes em Portugal e no estrangeiro. Esperamos chegar ao final do ano com uma equipa próxima dos 40 colaboradores. Para 2024, pretendemos continuar a crescer em termos de contratação de funcionários, principalmente consultores de negócios e para desenvolvimento de software. Dependerá também da dinâmica do negócio, tanto a nível nacional como internacional.

Ler artigo completo