Armando Evangelista orgulhoso e com recado sobre golo anulado: «Peço que me expliquem o protocolo»

5 dias atrás 20

O Arouca caiu nas meias-finais da Taça da Liga, mas Armando Evangelista não escolheu o orgulho na prestação da sua equipa, que conseguiu incomodar o Sporting em vários momentos. O técnico, de 49 anos, falou em «dignidade» tanto na competição, como no futebol nacional.

«É óbvio que sim. Gostei. É óbvio que o Arouca, depois destes 97 minutos, provou o porquê de estar nesta final four, por tudo aquilo que fez. Não foi um Arouca a ter o domínio, mas foi um Arouca que teve uma postura digna. Soube sofrer, incomodar o adversário, chegar ao último terço e marcou. Dignificou a Taça da Liga. Saímos nesta fase, mas com uma prestação que dignificou não só a competição, mas o futebol português», começou por dizer na flash interview da Sporttv.

Sobre o lance do VAR que anulou o golo de Antony, na primeira parte, Armando Evangelista deixou reparos: «Muito sinceramente não tenho [ideia do lance]. Não entendi ainda. Não entendo o protocolo e peço que me expliquem. Num lance em que há uma falta a nosso favor, em que é dada a lei da vantagem e que, nisso, surge o nosso golo... Consegue-se, ainda assim, arranjar uma falta contra o Arouca que dá o golo ao adversário. É, no mínimo, caricato. Se a desculpa ou a justificação que me deram é o protocolo... Peço que me expliquem para um caso destes porque, provavelmente, sou eu que estou mal informado.»

Por fim, o treinador da turma da Serra da Freita voltou a frisar o «orgulho» no plantel.

«Sem dúvida. Tivemos a capacidade de nos batermos contra o Sporting, por muito que o queiram colocar numa má fase, que está recheado de valores individuais fantásticos; tem um treinador que já foi campeão nacional e nós tivemos a capacidade de disputar o jogo, fazer golos, circular a bola, criar incerteza até ao final... Só tenho de estar orgulhoso. Não só hoje, mas daquilo que temos feito até esta caminhada», finalizou.

 Arouca x Sporting

 Arouca x Sporting

Ler artigo completo