Caracóis. Que efeitos tem na saúde este petisco que muitos adoram?

11 meses atrás 226

Com o verão cada vez mais próximo, começam a aparecer em muitas tascas e restaurantes portugueses os sinais que anunciam: "temos caracóis". Como têm uma consistência e textura muito características, dividem imensas opiniões e, muitas vezes, não se fala das vantagens que têm para a saúde. 

Por isso, o Lifestyle ao Minuto falou com Magda Roma - nutricionista da Clínica Lisbon Plastic Surgery - sobre este alimento e as suas características que muitos não conhecem. 

Leia Também: Já provou infusão de alecrim? Nem sabe o que está a perder

Quando se fala do valor nutricional dos caracóis, segundo a especialista, é importante mencionar que têm "valores de hidratos de carbono baixos a apresentam cerca de 16 gramas de proteínas", ou seja, são uma fonte proteica capaz de funcionar como alternativa às mais clássicas como carne, ovos e leguminosas. Além disto, têm algumas "vitaminas lipossolúveis A, E, algumas vitaminas do complexo B, com destaque para a vitamina B12 e apresentam conteúdo de manganésio, ferro, selénio e fósforo". 

Quem está a fazer dieta vai gostar de saber que são baixos em calorias. Aliás, mais especificamente, têm cerca de 76 calorias a cada 100 gramas, mas "atenção que quando os caracóis são preparados como petisco há fontes de gordura e outros compostos que elevam a carga calórica". Isto significa que é necessário ter cuidado com os ingredientes que adiciona na sua receita. 

Notícias ao MinutoÉ nutricionista da Clínica Lisbon Plastic Surgery© Magda Roma

Leia Também: É seguro comer carne crua como faz Brunna Gonçalves, mulher de Ludmilla?

Mas, afinal, é mesmo seguro comer este alimento? "O consumo de caracóis é considerado seguro desde que sejam preparados adequadamente, pois os caracóis podem abrigar parasitas ou bactérias", explica. De acordo com a nutricionista é mesmo importante garantir que "os caracóis são comprados em fontes seguras e preparados devidamente".

"Podem ser incluídos na alimentação de quem gosta, no entanto, indivíduos imunodeprimidos ou grávidas" devem ter ainda mais atenção ao modo de preparação e origem deste alimento. Algo que a nutricionista Mariana Moreira também já tinha confirmado no seu Instagram.

Para evitar problemas, "lave os caracóis com água morna e sal" e repita isto "várias vezes mudando sempre a água", explica a DECO Proteste. Cozer durante algum tempo também ajuda bastante. 

Quando se fala da forma mais saborosa de fazer os caracóis, a nutricionista diz que tudo depende da preferência de cada um, claro, mas realça que os adeptos desta especialidade "não dispensam orégãos e alho", ingredientes que não acrescentam demasiadas calorias. 

É um petisco mais vendido (e disponível) no verão. Porquê? "É frequentemente considerada a época para comer caracóis devido a serem mais abundantes durante os meses mais quentes", remata Magda Roma. 

Leia Também: Caso apanhe um escaldão, coma isto. Vai ajudá-lo a recuperar rapidamente

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Ler artigo completo