China. Banco central baixa as taxas de juro para estimular a economia

8 meses atrás 119

A China, que tem vindo a dar sinais de algum recuo no processo de recuperação da economia no pós pandemia, fez saber esta terça-feira, de acordo com dados avançados pela agência Efe, que o Banco Popular da China indicou um recuo em dez pontos base.

O banco central da China concretizou a medida que estava a ser antecipada pelos analistas e investidores no sentido de catapultar em definitivo a economia do país: baixou as taxas de juro de referência e tenta assim contrariar a estagnação da atividade económica na segunda maior maior economia do mundo.

A China, que tem vindo a dar sinais de algum recuo no processo de recuperação da economia no pós pandemia, fez saber esta terça-feira, de acordo com dados avançados pela agência Efe, que o Banco Popular da China indicou um recuo em dez pontos base, de 3,65% para 3,55%, a taxa de referência para a atribuição de créditos a um ano, cuja última variação datava de agosto de 2022, momento em que a instituição atribuiu um corte.

Note-se que indicador, estabelecido como dado de referência para as taxas de juro em 2019, tem como objetivo fixar o preço dos novos créditos – de uma forma geral para empresas, e das taxas de juro variável.

Ler artigo completo