Elon Musk acredita que a Tesla poderá valer dez vezes mais do que a Microsoft e a Apple

1 mes atrás 62

Depois de celebrar o apoio dos acionistas da Tesla com um bónus de vários milhões de dólares, Elon Musk afirmou que a fabricante de automóveis elétricos poderia atingir uma capitalização bolsista dez vezes superior à da empresa mais valiosa da atualidade. De acordo com a projeção do magnata, este crescimento seria impulsionado pelo seu robô Optimus.

Elon Musk

Musk acredita que a Tesla poderá valer 32 biliões de dólares

A Microsoft e a Apple são as empresas mais valiosas do momento. A primeira vale 3,289 biliões de dólares e a segunda 3,258 biliões de dólares. Tendo estes números como referência, a projeção de Musk colocaria a Tesla a valer cerca de 32 biliões de dólares, embora esteja atualmente muito longe disso: a soma de todas as suas ações é de pouco mais de 560 mil milhões de dólares.

Musk não disse quando poderá acontecer, mas apresentou um cenário bastante prometedor para o Optimus, robô humanoide da empresa. Para o empresário, estamos a caminhar para um futuro em que "toda a gente vai querer ter um". Por conseguinte, o mercado para este tipo de produto poderá disparar, com uma taxa de construção de cerca de mil milhões de robôs por ano.

A Tesla poderá desempenhar um papel importante nesse futuro. De acordo com Musk, o custo de produção de cada Optimus em grande escala poderia ser de 10.000 dólares cada. Isto permitiria que cada unidade fosse vendida a 20.000 dólares. Se a Tesla conseguisse vender 100 milhões de unidades por ano, o que representaria 10% desse mercado, teria um lucro anual de mil milhões de dólares só com a venda de robôs.

A título de referência, a indústria automóvel produz cerca de 100 milhões de veículos por ano [...].

Disse o empresário durante a reunião anual de acionistas. Acrescentou ainda que o Optimus poderá ser responsável por cerca de 20 mil milhões de dólares da capitalização bolsista da Tesla no futuro.

O Optimus, no entanto, parece ainda estar longe de ser o robô que Musk imagina. O empresário afirma que este dispositivo pode tornar-se um "companheiro" para os humanos e até tomar conta dos seus filhos.

Por enquanto, o promissor robô não está disponível comercialmente e foi anunciado que duas unidades, presumivelmente de uma nova geração, estão a trabalhar de forma autónoma dentro de uma fábrica de automóveis Tesla.

Leia também:

Ler artigo completo