Enea Bastianini regressa à liderança entre os independentes; Pramac continua segura no topo

1 mes atrás 18

Com o Grande Prémio do Reino Unido concluído, não foi apenas o campeonato do pilotos que sofreu alterações. Em boa verdade, a classificação de pilotos independentes também registou mudanças, incluindo na liderança.

Encerrada que está a 12.ª corrida da temporada, Enea Bastianini (Gresini Racing MotoGP) regressou ao topo da tabela entre os independentes depois de Johann Zarco (Prima Pramac Racing) ter abandonado devido a uma queda. Agora, o italiano é dono de 118 pontos após o quarto lugar registado em solo inglês. Quanto a Zarco, o francês perdeu a liderança para agora estar a quatro pontos de Bastianini.

No terceiro lugar encontra-se Jorge Martín (Prima Pramac Racing). O espanhol é o primeiro a não ultrapassar a margem de uma centena de pontos, detendo atualmente uma total de 81 pontos e um diferencial de outros 37 pontos para Bastianini. Ainda no top cinco estão Marco Bezzecchi (Mooney VR46 Racing Team) e Luca Marini (Mooney VR46 Racing Team) com 61 e 56 pontos respetivamente. De salientar que todo este top cinco são pilotos que competem numa Ducati.

No que diz respeito às equipas independentes, a Prima Pramac Racing permanece no topo. Com os 11 pontos conseguidos em Silverstone, por Martín, a Pramac permanece na frente com quase 200 pontos e com a Gresini Racing MotoGP a assinalar um atraso de 59 pontos. Já a equipa de Valentino Rossi é a terceira classificada com 117 pontos e 78 pontos de atraso para o topo.

A LCR Honda é a quarta equipa que mais pontos detém (172) e a melhor posicionada entre todas aquelas que não correm com maquinaria Ducati. No quinto lugar está a WithU Yamaha RNF MotoGP Team com apenas 20 pontos e posiciona-se na frente de Tech3 KTM Factory Racing que apenas pontuou em quatro ocasiões este ano.


© DORNA, 2022

Ler artigo completo