Euro 2024 contará com tecnologia usada no cricket desde 1990

1 mes atrás 66

Hoje é o dia em que arranca o Euro 2024 e durante o próximo mês os fãs de futebol poderão acompanhar as melhores seleções da Europa na luta pelo desejado título europeu. E para fomentar a verdade desportiva, será utilizada uma nova tecnologia de apoio à arbitragem.

Em boa verdade, esta não é uma tecnologia inteiramente nova, já que a mesma foi introduzida no cricket na década de 1990. Trata-se de uma tecnologia que avalia se a bola entrou em contacto com algo, neste caso, com um determinado jogador.

Tecnologia "snickometer" chega ao futebol com o Euro 2024

Tal como avança o jornalista Sam Dean, da publicação The Telegraph, "os telespectadores do Euro 2024 verão o equivalente futebolístico ao snickometer neste verão." Este consiste num gráfico de "deteção de toque" que ajudará os árbitros a tomar decisões importantes.

TV viewers of Euro 2024 will see the football equivalent of snickometer this summer.For the first time, broadcasters will be sent a “touch detection” graphic used by referees to make key decisions (such as handballs and offsides). pic.twitter.com/eTpgSi3CSM

— Sam Dean (@SamJDean) 12 de junho de 2024

No cricket, esta tecnologia é utilizada para perceber se a bola teve contacto com o taco do jogador. No caso do futebol, esta ajudará a perceber se um jogador teve contacto com a bola, o que será muito relevante em lances importantes como foras de jogo ou atribuição de golos.

Por exemplo, esta tecnologia teria sido fundamental para perceber quem marcou o primeiro golo do jogo entre Portugal e o Uruguai no Mundial de 2022. Nessa ocasião, Cristiano Ronaldo reclamou para si a autoria desse golo, mas posteriormente a FIFA atribuiu-o a Bruno Fernandes.

Num caso semelhante no Euro 2024, esta dúvida seria desfeita no momento com recurso à tecnologia "snickometer". Rapidamente poderia ser analisado se Cristiano Ronaldo teve contacto com a bola antes de esta entrar nas redes da baliza adversária.

Segundo o que refere Sam Dean, os telespectadores também verão os gráficos gerados por esta tecnologia. Isto dará uma maior transparência às decisões tomadas pelas equipas de arbitragem, o que certamente ajudará a acalmar os ânimos em lances decisivos.

Ler artigo completo