Ferrari confirma data do primeiro carro elétrico e antecipa-se ao grande rival

3 semanas atrás 63

Um Ferrari sem aquele rugido do motor quando está em funcionamento será sempre algo estranho para os amantes dos automóveis da marca, mas a verdade é que o fabricante italiano já tem datas para o início das entregas do seu primeiro carro elétrico (EV) - e prepara mesmo o seu segundo 100% elétrico, antecipando-se ao pipeline de lançamento do seu grande rival.

De acordo com a agência Reuters, que cita “uma fonte familiar com o assunto”, o primeiro EV da Ferrari deverá chegar durante o último trimestre de 2025 (tal como a 4Gnews já tinha noticiado) e vai ser produzido na nova fábrica de Maranello, no norte da Itália, cujo início da atividade está previsto para dentro de três meses.

A nova fábrica permitirá aumentar a produção anual de veículos, de 14 mil para 20 mil unidades, caso a Ferrari assim o decida.

Primeiro EV da Ferrari chega no final de 2025 Primeiro EV da Ferrari chega no final de 2025 e deverá custar acima dos 500 mil euros
Imagem: site Ferrari

Quem tem meio-milhão?

A Reuters revela que o novo Ferrari EV deverá custar acima do meio-milhão de euros, valor ao qual terão de ser adicionados, pelo menos, 15-20% relativos à personalização do veículo.

A fasquia dos 500 mil euros fica acima do que o fabricante está a cobrar, em média, por um Ferrari com motor a combustão, ficando bem acima das propostas elétricas de outros fabricantes de automóveis de luxo, como a Porshe, que comercializa o seu Taycan elétrico a partir dos 100 mil euros.

No entanto, analistas citados pela Reuters defendem que não será pelo preço do novo Ferrari 100% elétrico e pelo investimento na nova fábrica que aumentam significativamente os riscos para o fabricante:

“Há uma procura crescente por Ferraris e eles têm capacidade para responder a parte dos pedidos sem comprometer a exclusividade” defendeu Fabio Caldato, gestor de portefólio na AcomeA SGR, que detém ações da Ferrari.

Numa altura em que a lista de espera para um Ferrari pode atingir os dois anos, o mesmo analista defende que “esperar [por um Ferrari] é mesmo um símbolo de status”, explicando que existe um aumento de potenciais clientes “ricos” em mercados emergentes, como Índia e o Médio Oriente.

Mais cedo que a Lamborghini

Além do primeiro a Ferrari EV para o final de 2025, a mesma fonte afirmou à Reuters que o fabricante está já a iniciar o desenvolvimento do seu segundo veículo 100% elétrico, embora o processo esteja num estágio inicial.

É um passo que antecipa o pipeline de lançamento ao do seu grande rival Lamborghini, que prepara o lançamento do seu primeiro EV apenas para 2028. No entanto, em entrevista à Reuters, Stephan Winkelmann, CEO do fabricante, defendeu que será mais importante “ter o produto certo do que ser o primeiro”.

Ler artigo completo