João Neves lembra jogo em Toulouse, após morte da mãe: «Foi muito emotivo»

1 mes atrás 57

João Neves concedeu uma entrevista à UEFA, em jeito de antevisão do jogo com o Marseille, referente à 2ª mão dos quartos de final da Liga Europa, onde recordou a última vez que o Benfica foi a França esta época, a Toulouse, logo a seguir ao falecimento da sua mãe.

«O último jogo que eu fiz em França foi muito emotivo para mim [Toulouse, depois da morte da mãe] e de alta dificuldade e este será novamente e esperamos ter também o apoio dos adeptos lá», começou por dizer.

«Se jogarmos o nosso futebol, depende de nós chegarmos o mais longe possível. São duas equipas de alta qualidade a nível internacional e eles têm os seus pontos fortes. Temos de olhar para nós e colocar em prática o nosso jogo. Penso que a primeira opção é olhar para nós e só depois para o adversário», acrescentou.

João Neves falou ainda do grupo de jovens da formação que estão agora na equipa principal, composto por ele mesmo, Samuel Soares, António Silva, Tomás Araújo e André Gomes: «É muito bom porque a minha formação foi feita com eles, são amigos para a vida e conseguirmos atingir este patamar é motivo de felicidade, porque é com amigos que jogo e é com eles que me divirto. [Ao chegar à equipa principal] Passamos a mística. Damos o máximo, para que os miúdos queiram ser como nós.»

«Sinto o carinho que os jovens atletas do Benfica Campus têm por mim e dá-me imenso orgulho. Também já tive jogadores da equipa A como ídolos. Saber que posso ser o ídolo de pelo menos um jogador da formação é muito bom. O meu objetivo sempre foi jogar na Luz. Sempre que entro em campo com o símbolo do Benfica ao peito é um motivo de orgulho para mim e para a minha família», concluiu.

Ler artigo completo