Justiça espanhola investiga alegados cânticos racistas dirigidos a Vinícius

1 dia atrás 12

A justiça espanhola abriu uma investigação aos alegados cânticos racistas dos adeptos do Atlético de Madrid dirigidos a Vinicius Júnior, no dérbi do último domingo.

A investigação foi aberta na sequência de uma queixa apresentada na justiça por uma associação antirracismo, que defende que os cânticos foram ouvidos dentro e fora do estádio dos colchoneros, bem como durante a transmissão televisiva.

Desta forma, a polícia tem agora permissão para ter acesso às gravações de vídeo do jogo, primeiro para verificar a existência dos alegados cânticos e, caso se confirme, identificar os responsáveis.

Os adeptos do Atlético Madrid terão cantado «és um macaco, és um macaco» antes, durante e no final da partida que o Real venceu por 2-1. De resto, alguns desses momentos foram partilhados nas redes sociais.

Refira-se ainda que a Liga espanhola também já tinha aberto um inquérito ao dérbi de Madrid.

Ler artigo completo