Líder do Parlamento Europeu confirma recandidatura ao cargo

1 mes atrás 48

Roberta Metsola já apresentou a sua candidatura para recondução no cargo, tendo o prazo terminado ao meio-dia, e que é votado pelos seus pares no hemiciclo.

A presidente do Parlamento Europeu (PE), Roberta Metsola, confirmou hoje ter-se candidatado novamente ao cargo e adiantou haver uma maioria na instituição que apoia a recondução de Ursula von der Leyen como presidente da Comissão Europeia.

“As forças pró-europeias [no PE] vão conseguir continuar a cooperar”, tendo em conta os resultados das eleições europeias, afirmou hoje Metsola, declarações aos jornalistas à entrada do Conselho Europeu extraordinário para debater, ao jantar, o resultado das eleições.

“E eu posso confirmar que a maioria dos grupos políticos no PE apoiam a candidata principal Ursula von der Leyen”, apresentada pelo Partido Popular Europeu (PPE, centro-direita), que venceu o escrutínio de 06 a 09 de junho, conquistando 190 dos 720 mandatos, salientou.

Metsola disse ainda esperar “grandes progressos esta noite”.

A líder do Parlamento Europeu referiu ainda que já apresentou a sua candidatura para recondução no cargo, tendo o prazo terminado ao meio-dia, e que é votado pelos seus pares no hemiciclo.

Tradicionalmente, os dois grupos políticos mais votados – no caso o PPE (que inclui PSD e CDS) e os socialistas do S&D (onde está o PS) – dividem ao meio o mandato de cinco anos do presidente da instituição.

Os líderes da UE reúnem-se hoje, estando Portugal representado pelo primeiro-ministro, Luís Montenegro, num jantar informal onde serão discutidos nomes para os cargos de topo da UE: presidente da Comissão Europeia, com Ursula von der Leyen na corrida, presidente do Conselho Europeu, sendo o antigo primeiro-ministro António Costa dado como favorito, e alto representante para a Política Externa da UE, cargo para que se fala da primeira-ministra da Estónia, Kaja Kallas.

Ler artigo completo