Lucrecia Dalt, Mai Mai Mai ou Luís Fernandes na programação do Vivarium Festival 2022

2 meses atrás 56

pub

Fotografia: Aina Clement

Publicado a: 04/11/2022

A celebração da exploração artística nos seus diferentes quadrantes.

Fotografia: Aina Clement

Publicado a: 04/11/2022

Nos dias 18 e 19 de Novembro, o Maus Hábitos (Porto) e o Café Concerto do Teatro de Vila Real dão palco a um programa composto por concertos, performances, exposições e conversas no âmbito do Vivarium Festival.

À sua terceira edição, o evento apresenta um cartaz ambicioso com diversos nomes nacionais e internacionais. Dos artistas que terão de cruzar fronteiras para cá chegar, destacam-se a colombiana Lucrecia Dalt e o italiano Mai Mai Mai: a primeira encontra-se actualmente a residir em Berlim e tem dobrado os limites da pop através da sua voz e perícia nos campos do sound design, conforme notámos no seu último ¡Ay!; o segundo é um artista audiovisual que, ao nível do som, opta pelas ambiências mais cavernosas da música electrónica, algo que se reflecte no álbum de noise que editou este ano pela Maple Death Records, Rimorso.

Natural de Braga, Luís Fernandes é um nomes portugueses que mais cintilam no cartaz do Vivarium Festival, ele que se tem dedicado à exploração sónica ao longo de mais de uma década, tendo feito parte da banda de rock alternativo Peixe:Avião e mantido, desde 2014, uma parceria com a pianista Joana Gama, dupla que este ano já nos deu There’s no knowing. A guide to getting lost, o seu novo disco a solo, foi editado pela Revolve e marcará presença no alinhamento para este espectáculo do músico. Menos experiente mas a dar provas a um ritmo constante, Carincur veste as cores da ZABRA e está também a desbravar caminhos nos meandros da electrónica. Lançado em 2021, Echoes From A Liquid Memory é a sua mais recente contribuição para o catálogo da label lisboeta.

A programação completa pode ser consultada aqui.


pub

Ler artigo completo