Marcelo considera que há "fortíssimo consenso" a favor de Costa na UE e não comenta escutas

1 mes atrás 50

O presidente da República diz que a abertura de um inquérito pelo Ministério Público para investigar a divulgação de escutas é uma decisão da justiça.

Sobre o facto de as fugas de informação ocorrerem no contexto da possível indicação de António Costa para a presidência do Conselho Europeu, Marcelo Rebelo de Sousa reafirma a convicção de que há consenso em torno do nome do português.

Ler artigo completo