Massive Attack, Ana Moura, LCD Soundsystem, Jungle ou Ezra Collective no MEO Kalorama’24

7 meses atrás 114

Fotografia: Direitos Reservados

Publicado a: 07/12/2023

Primeiros e bons contornos para a próxima edição do festival lisboeta.

Fotografia: Direitos Reservados

Publicado a: 07/12/2023

O MEO Kalorama já começou a colocar algumas cartas na mesa relativamente à sua próxima edição, que está agendada para os dias 29, 30 e 31 de Agosto no Parque da Bela Vista, em Lisboa.

Pioneiros do trip hop, os Massive Attack surgem como principal trunfo na corrida antecipada às bilheteiras do festival. O mítico grupo de Bristol, fundado por Robert “3D” Del Naja, Adrian “Tricky” Thaws e Grant “Daddy G” Marshall, deu um forte contributo para a evolução da música electrónica na recta final do milénio e assinou álbuns de elevada importância na história da música, como Blue Lines (1991) ou Mezzanine (1998). “Teardrop”, “Unfinished Sympathy”, “Paradise Circus” e “Angel” são as canções de maior impacto que encontramos guardadas no currículo dos Massive Attack, eles que perderam recentemente o guitarrista que os acompanhava em muitas das suas aventuras de estúdio e de palco, Angelo Bruschini.

A juntar ao trio inglês, há muitos outros nomes interessantes do plano internacional a serem já exibidos no cartaz do MEO Kalorama — LCD Soundsystem, Peggy Gou, Jungle, The Postal Service + Death Cab For Cutie, The Smile, Ezra Collective, Yard Act, Overmono, Vagabon, The Kills, Nation of Language e English Teacher incluem-se neste lote. Já em relação ao talento nacional, são três os projectos convocados, todos alvos de considerável destaque nas páginas do Rimas e Batidas ao longo dos últimos anos — são eles Ana Moura, Ana Lua Caiano e Glockenwise.

Os passes gerais para os 3 dias do evento são colocados à venda a partir das 10 horas do dia de amanhã, 8 de Dezembro, a um preço promocional de 145 euros.


pub

Ler artigo completo