Moçambique. Nyusi pede "acesso e assistência humanitária" à Palestina

1 semana atrás 32

"Na minha intervenção solidarizei-me com o povo da Palestina e pedi acesso e assistência humanitária sem impedimento ao povo e território palestino", afirmou o chefe de Estado moçambicano.

"Reiterei igualmente o nosso convite a Israel para pôr fim às atrocidades e todas as hostilidades cometidas contra pessoas inocentes e colocando Moçambique na disponibilidade de dar o seu contributo para garantir a resolução deste longo conflito através do diálogo entre as partes", disse ainda.

De acordo com informação da Presidência da República de Moçambique, Filipe Nyusi participa nesta conferência, que está a decorrer no sudoeste da Jordânia, na região do mar Morto, a convite do rei da Jordânia, Abdullah II ibn Al Hussein, do Presidente do Egipto, Abdel Fattah al-Sisi, e do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.

A conferência, explica ainda, visa "mobilizar a comunidade internacional" para uma "resposta urgente e coletiva, coordenada, expedita, simplificada e célere na prestação de assistência humanitária", face "à catástrofe humanitária que assola as populações da faixa de Gaza e de outras regiões afetadas pelo conflito israelo-palestiniano", que decorre há mais de oito meses.

Leia Também: Moçambique. Último estado da Nação de Nyusi acontece em julho

Ler artigo completo