Movimento Referendo pela Habitação já tem assinaturas para consulta popular em Lisboa

1 semana atrás 38

Teresa Mamede, do Movimento Referendo pela Habitação

O Movimento Referendo pela Habitação já reuniu o número de assinaturas necessárias para obrigar a Assembleia Municipal de Lisboa a debater o assunto e a realizar uma consulta popular local.

“Vai ser o primeiro referendo por iniciativa popular da história da democracia portuguesa e o objetivo é acabar com o Alojamento Local (AL) em prédios destinados à habitação”, disse Teresa Mamede, em declarações à Renascença.

O movimento diz que, atualmente, existem 20 mil alojamentos locais registados em Lisboa e defende a alteração do regulamento municipal do alojamento local.

Lisboa fechou o centro ao Alojamento Local, mas deixou a porta aberta a 41 novos hotéis

Teresa Mamede considera que todas as licenças de AL atribuídas em prédios de habitação devem ser retiradas.

“O que defendemos é a função social da habitação. As casas servem para habitar, não servem para fazer negócio ou para fazer turismo”, sublinha ativista pelo direito à habitação.

O Movimento Referendo pela Habitação conseguiu, até agora, reunir nove mil assinaturas, das quais cinco mil são válidas, de pessoas recenseadas no concelho de Lisboa.

Ler artigo completo