Nothing Ear (2) review: uma experiência cada vez mais pessoal

11 meses atrás 88

Os auriculares totalmente sem fios Ear (1) foram o primeiro produto lançado em 2021 pela jovem marca Nothing, liderada por Carl Pei. Em conjunto com os Ear (stick) tornaram-se um sucesso no segmento, e a marca acaba de lançar a sua nova versão para o segmento premium de auriculares: os Nothing Ear (2).

Apresentados oficialmente a 22 de março de 2023, chegam ao mercado com um preço cifrado nos 149 €. Com várias características premium no bolso e o design arrojado da última geração, será que convencem? Testei-os ao longo da última semana, e nesta análise conto-te a minha opinião sobre eles.

nothing ear 2

Unboxing aos Nothing Ear (2) e primeiras impressões

Os Nothing Ear (2) chegaram-me às mãos numa embalagem bastante apelativa, como aliás a marca já nos habituou nos seus produtos. E se nos Ear (2) testei a versão preta, desta vez chegou-me às mãos a versão em branco.

Ao tirá-los da caixa vemos os auriculares imediatamente no estojo de carregamento. Este é transparente, mas não é o único. Além do estojo de carregamento, também a aste dos auriculares é transparente.

 uma jornada que vai além do áudio

Nesta versão, a zona que descansa nos teus ouvidos é branca, assim como as almofadas de silicone. Estes chegam com o tamanho médio colocado, mas na caixa encontras um tamanho menor e outro maior (o que estou a usar).

Adicionalmente, podes contar com um cabo USB-C para USB-C de carregamento na caixa. Isto é um upgrade face à anterior geração, em que o carregador era USB-A para USB-C. Tens também um manual de instruções.

 uma jornada que vai além do áudio

Especificações técnicas dos Nothing Ear (2)

Drívers dinâmicas de 11,6 mmCodec: AAC, SBC e LHDC 5.0Cancelamento de ruído (ANC) até 40dBANC personalizado ou adaptado ao ambienteModo de transparênciaPeso: 4,5 g (auricular); 59,9 g (caixaCertificação IP54 nos auriculares e IP55 na caixaDeteção de utilizaçãoDupla ligação (Bluetooth Multiponto)Tecnologia Clear Voice com 3 microfones por auricularModo Low LagBateria de 33 mAh (auriculares) e 485 mAh (estojo)Carregamento com fios por USB-C e sem fios a 2.5W QiBluetooth 5.3Compatibilidade com Android 5.1 ou superior e iOS 11 ou superiorControlos por pressão no auricularApp Nothing X para maior personalização (Android e iOS)

A minha opinião sobre os Nothing Ear (2)

Design arrojado e conforto acima da média

Na sua declaração de intenções, a Nothing afirma que chegou para "tornar a tecnologia novamente divertida", com um ecossistema de produtos. E isso passa também por criar produtos que sejam reconhecidos pelas pessoas.

Não existem mais nenhuns auriculares iguais aos Ear (1) ou Ear (stick). Como em equipa que ganha não se mexe, a Nothing não mexeu no design arrojado e transparente para os novos Ear (2). Apenas aprimorou as imperfeições dos antecessores.

 uma jornada que vai além do áudio

Continua a ser um design vencedor, pelo menos aos meus olhos. E se na anterior geração estes pesavam 4,7 gramas, a Nothing conseguiu reduzir o peso para as 4,5 gramas, que pode ser essencial para longas sessões de uso.

A parte do conforto mantém-se simplesmente impecável. São dos auriculares mais confortáveis que já usei, pelo que acabo por me esquecer que os estou a usar. São bastante ergonómicos para longos períodos de uso.

Dão o salto de IPX4 para IP54, que são mais resistentes ao suor e salpicos de áudio. Caixa de carregamento tem certificação IP55, entrada USB-C para carregamento e um botão para emparelhamento.

 uma jornada que vai além do áudio

Qualidade de áudio equilibrada

Quando falamos de auriculares, acima de tudo, o mais importante é a qualidade de áudio e a clareza do mesma. Nesta geração, o slogan da Nothing é “Melhor som. Melhor clareza. Apenas melhor”.

Nos Ear (2), a Nothing dá-te oportunidade de usares a funcionalidade de Personal Sound Profile. Esta basicamente ajusta o equalizador em tempo real, para que o conteúdo esteja otimizado em relação ao teu ambiente.

 uma jornada que vai além do áudio

O primeiro passo é fazeres o teste de ajuste da ponta de silicone no teu ouvido. Assim vais garantir que o canal auditivo está bem vedado para obteres a melhor qualidade de áudio e conforto.

Posteriormente, os utilizadores fazem um teste de audição, desenvolvido pela Mimi (aplicação de teste de audição certificado para dispositivos médicos). Basicamente é-te questionando se consegues “ouvir” ou “não ouvir” uma variedade de sons reproduzidos com diferentes pontos de frequência. Assim é criado o teu ID auditivo. Cada música, vídeo ou jogo acaba por ser completamente personalizado.

A driver dinâmica de 11,6 mm personalizada foi reimaginada pela Nothing nesta geração, para um design de câmara dupla (dual chamber) para que as frequências mais altas fossem mais claras, e os graves pudessem ser mais profundos.

 uma jornada que vai além do áudio

Qual é o resultado? Os Nothing Ear (2) entregam uma qualidade de áudio que faz jus ao seu preço. É um áudio de detalhado e profundo, com boa distribuição entre frequências graves, médias e agudas.

Neste tipo de auriculares, existe por vezes a tendência de as marcas exagerarem nos graves. Embora eles estejam por lá, a Nothing não exagerou e ainda bem. É um áudio equilibrado, concebido para agradar ao utilizador comum que procura algo para ouvir desde Pop, Rock, Rap ou Eletrónica.

nothing ear 2

Os Ear (2) chegam com certificação de áudio Hi-Res, com o objetivo de te dar uma qualidade de áudio mais perto da que saiu do estúdio. Além dos codecs básicos SBC e AAC, este também conta com LHDC 5.0.

Dupla ligação (Bluetooth Multiponto) agora é uma realidade

Outras das grandes evoluções desta geração é a dupla ligação, ou Bluetooth Multiponto. Esta basicamente permite que possas ligar os Ear (2) a dois dispositivos (por exemplo, smartphone e computador), e alternar entre estes para música ou chamadas sem necessidade de nova conexão. Uma característica premium muito bem-vinda.

Pela minha experiência, basta pausar a música num dispositivo, e posso imediatamente começar a usar o áudio no outro. Esta é uma funcionalidade que podes ativar ou desativar na app Nothing X, onde estarão dispostos os dispositivos que a suportam.

nothing ear 2

Cancelamento de ruído e modo transparência

O cancelamento de ruído nos Nothing Ear (2) também dá passos importantes. Capaz de cancelar ruído até 40dB, este chega com três níveis que podes escolher. Mas através de um teste na app, também podes adaptar por cancelamento de ruído personalizado consoante o ambiente.

É também na app que podes realizar um teste para escolher as almofadas de silicone mais adequadas para ti. O normal, na minha utilização, tem sido o uso das almofadas maiores (L), e assim foi a sugestão da app Nothing X.

Pelo meu uso posso dizer-te que é um cancelamento de ruído decente, que vai conseguir amenizar algumas baixas frequências como barulhos de motores ou da máquina de lavar. Mas diria que ainda tem condições de melhorar no futuro, para uma melhor experiência.

nothing ear 2

O modo de transparência também está lá, à distância de um toque por pressão na aste dos auriculares. Através deste conseguimos ouvir melhor o que nos rodeia, e ter conversas mais facilmente sem ter de retirar os auriculares.

Autonomia abaixo das expectativas

No campo da autonomia, a Nothing promete até 36 horas de autonomia (com o estojo de carregamento), ou 6h15 horas apenas nos auriculares. Com o ANC ligado, a marca promete até 22 horas e meia de autonomia (com o estojo de carregamento), ou 4 horas os auriculares.

Pela minha experiência, a usar os auriculares a um volume médio, os números são um pouco abaixo do prometido. Ao invés das quatro horas, consigo cerca de 3 horas horas de autonomia nos auriculares com ANC ligado. Com este desligado consigo perto de 5 horas.

nothing ear 2

É uma autonomia de auriculares que apenas considero decente. Isto significa que num voo de longa duração, terias de interromper a tua atualização para uma carga rápida. E estes até carregam bem rápido, com 10 minutos de carga a dar-te 8 horas adicionais de reprodução (sem ANC ligado).

Pela minha experiência, vais conseguir quatro a cinco recargas dos auriculares com este estojo de carregamento. Por isso a autonomia vai sempre depender da tua utilização. Um ponto muito importante, na minha opinião, é que além de USB-C, estes também carregam sem fios. O que para mim é uma grande conveniência.

nothing ear 2

Qualidade de chamadas não desilude

Este é um campo que muito me agrada nos Ear (2). A tecnologia Clear Voice junta-se a 3 microfones e a um algoritmo de redução de ruído de fundo. Isto faz com que tenhamos uma qualidade de chamadas bem aceitável, tanto para ouvirmos como para sermos ouvidos do outro lado.

Nesta geração, os microfones foram reposicionados para que exista maior resistência ao ruído do evento. A nova estrutura de antenas também promete mais estabilidade, e dá-te mais margem de te afastares naquelas clássicas 'caminhadas' durante uma chamada.

App Nothing X com cada vez mais personalização

Durante os meus testes estive a usar uma versão Beta da Nothing X, já com suporte para os Ear (2). E posso dizer-te que é das melhores experiências que já tive com aplicações deste género, pela extensa personalização que esta proporciona.

nothing ear 2

Algo que já havia aquando do lançamento dos Ear (stick) e que transita para este novo modelo é o equalizador personalizado. Além dos modos pré-definidos, tens a possibilidade de equalizar o áudio ao teu gosto.

Os controlos por deslizes na aste, da primeira geração, também foram embora. Tal como nos Ear (stick), temos aqui controlos por pressão. E embora estes possam exigir uma curva de aprendizagem, permitem-te fazer tudo sem ser preciso tocar no smartphone.

Podes atender ou rejeitar chamadas, aumentar ou diminuir o volume, alternar entre cancelamento de ruído e modo de transparência, ou alternar entre faixas. Tudo isto pode ser personalizado na app, bem como as opções abaixo.

EqualizadorPersonalização dos controlos por pressãoPersonalização do cancelamento de ruído e modo de transparênciaAtivação da deteção de uso dos auricularesAtivação do ANC personalizadoAtivação do modo Low LagPossibilidade de criar o teu perfil de somAtivação do modo de dupla ligaçãoTeste de calibração das almofadas de siliconeEncontrar os meus auricularesAtualizações de firmware

Destaque também para as novidades de teste de calibração das almofadas de silicone, criação do teu perfil de som ou ANC personalizado. Todas elas são opcionais, mas ajudam a enriquecer a tua experiência com o produto.

nothing ear 2

Conclusão sobre os Nothing Ear (2)

Os Nothing Ear (2) são os sucessores diretos dos Ear (1), que tinham imperfeições próprias das ‘dores’ de um produto de primeira geração. Nota-se o trabalho feito pela Nothing nesta segunda iteração dos seus auriculares totalmente sem fios premium.

Temos como grandes novidades, o suporte para áudio Hi-Res e o codec LHDC 5.0 para uma melhor experiência de áudio. E tanto nesse áudio como no cancelamento de ruído ativo, é bom ver o nível de personalização que temos na app para que a experiência seja cada vez mais adequada a cada utilizador.

nothing ear 2

O trabalho feita pela marca na app Nothing X deve ser elogiado. É das melhores apps do segmento, com maior personalização, mas onde a simplicidade de design reina e onde não existe nada que consideremos a mais.

Outro ponto importante nuns auriculares premium é a presença de Bluetooth Multiponto, que permite fazer ligação a dois dispositivos em simultâneo. E já temos isso nestes Nothing Ear (2). E claro, mantém-se o carregamento sem fios da anterior geração.

É claro que nem tudo são rosas. A autonomia ficou bem abaixo das minhas expectativas. Embora a marca prometa 4 horas de autonomia com o cancelamento de ruído ativo (que já considero curto), consegui consistentemente cerca de 3 horas com um volume médio.

nothing ear 2

Algo que considero baixo para o que estou habituado. Este é, aliás, talvez o único ponto negativo que consigo encontrar nestes auriculares olhando à sua faixa de preço. E pode ser resultante de ter usado uma versão pré-lançamento.

O áudio é equilibrado, o cancelamento de ruído satisfatório, e os controlos por pressão são bastante precisos. O design até pode ser aquele que já conhecemos dos outros produtos de áudio da Nothing. Mas como em equipa que ganha não se mexe, acho bem a Nothing manter esta identidade visual, daquelas que são seguramente dos auriculares mais bem parecidos do mercado.

Se achares que a autonomia que citei serve para o teu uso, estes são uns auriculares bastante completos para o seu preço. Essa é também uma das melhores novidades, já que se mantém o valor de 149 € nestes Nothing Ear (2).

Podes comprá-los no site oficial da Nothing, ou nos principais retalhistas e parceiros da Nothing a partir de 28 de março.

nothing

Pontos fortes dos Nothing Ear (2)

Áudio de qualidade com som equilibradoCancelamento de ruído até 40dB que pode ser personalizadoPossibilidade de ligação a dois dispositivos em simultâneoApp com bastante personalização disponível para Android e iOSDesign de auriculares e caixa bastante distintivoCarregamento sem fiosCodec LHDC 5.0

Pontos a melhorar dos Nothing Ear (2)

Autonomia com ANC ligado fica abaixo do esperado

Editores 4gnews recomendam:

Nothing Ear (stick) review: o estilo e a qualidade de som entram num barNothing Phone (1) Review: design topo de gama, preço de gama-médiaNothing Ear 1 Review: design único, qualidade garantida
Ler artigo completo