Obra de reforço do Porto das Lajes das Flores adjudicada por mais de 6,1 milhões de euros

5 meses atrás 90

Numa nota de imprensa divulgada no `site` oficial do Governo dos Açores (PSD/CDS-PP/PPM), a secretaria regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas informa que "acaba de adjudicar" a empreitada de reforço do Porto das Lajes das Flores ao agrupamento de empresas Tecnovia Açores -- Sociedade de Empreitadas, S.A., Sacyr Somague, S.A., Etermar -- Engenharia e Construção, S.A.

Em outubro de 2019, o furacão `Lorenzo` destruiu o molhe do porto das Flores, o único porto comercial da ilha, que voltou a ser afetado, em dezembro de 2022, devido à passagem da tempestade Efrain.

De acordo com a secretaria regional, esta obra de proteção de "emergência" tem um prazo de execução de 135 dias e envolve um investimento superior a 6,1 milhões de euros, perspetivando o executivo que a empreitada arranque "o mais rapidamente possível".

Citada na nota de imprensa, a secretária regional da tutela, Berta Cabral, sublinha que "este processo tem sido tratado com a máxima prioridade e com indispensável urgência", acrescentando que "esta é uma obra de proteção de emergência" que "tem de começar o mais rapidamente possível", aproveitando "a janela de oportunidade concedida pelo período de verão".

"Importa criar, muito rapidamente, as melhores condições possíveis para a operacionalidade do porto, a proteção da nova ponte-cais e o abastecimento adequado da ilha das Flores", sublinha Berta Cabral.

Estão em curso os estudos e o projeto das obras definitivas de proteção do Porto das Lajes das Flores.

No âmbito da empreitada de proteção de emergência, pretende-se "construir estruturas com um carácter temporário", que permitam "melhorar as condições de abrigo da bacia do porto e do terrapleno" até que fiquem concluídas as obras do novo molhe do Porto das Lajes das Flores, adianta ainda a secretaria regional.

Ler artigo completo