Perto de 1,39 milhões de pessoas tentaram chegar aos EUA via México

1 mes atrás 91

De acordo com o Instituto Nacional de Migrações mexicano, a maioria das pessoas eram adultos que viajavam sozinhos, sendo que cerca de três mil migrantes eram menores não acompanhados.

O maior número de migrantes - 380 mil - era oriundo da Venezuela, país assolado por uma crise económica, seguindo-se Guatemala, Honduras, Equador e Haiti, atingidos pela violência de gangues e pelo tráfico de droga.

Angola, China, Índia e Mauritânia são outros dos países de origem dos migrantes que tentam uma vida melhor nos EUA atravessando o México.

Em junho, o Presidente norte-americano, Joe Biden, endureceu as restrições à imigração com um decreto que facilita as expulsões para o México e limita o direito ao asilo.

Segundo as estatísticas migratórias americanas, mais de 2,4 milhões de pessoas cruzaram ilegalmente a fronteira entre o México e os EUA em 2023.

O fluxo de migrantes atingiu um recorde de 10 mil pessoas por dia em dezembro, tendo diminuído a partir de janeiro do corrente ano face às políticas restritivas adotadas pelos dois países.

Leia Também: Países da UE têm até 12 de dezembro para concluir pacto migratório

Ler artigo completo