Peso impediu-o de andar em atrações da Disney. Então, decidiu perder 100

3 semanas atrás 50

Ben Clark, que é um 'superfã' do universo Disney, perdeu cerca de 104 quilos para poder andar nas atrações do parque da Disney World, e para poder interpretar o papel do Príncipe Encantado, uma das personagens deste universo de animação.

O britânico foi submetido a uma operação de banda gástrica na Polónia, em outubro de 2022, que lhe custou cerca de 5.900 euros, segundo o portal Good News Network. Pesava, na altura, cerca de 190 quilos e a sua cintura media perto de 127 centímetros.

Clark decidiu mudar os seus hábitos quando, em setembro desse mesmo ano, depois de cruzar o oceano Atlântico para viajar aos Estados Unidos, lhe foi proibida a entrada em algumas atrações do parque temático, na Florida, devido ao seu peso.

Aos 35 anos, e depois da operação, o homem passou a poder andar em todas as atrações e a cumprir o seu sonho de regressar ao teatro musical, que é a sua paixão desde tenra idade. Graças à sua mudança corporal, pôde interpretar o papel de Príncipe Encantado numa produção em Kent, no Reino Unido.

"Já voltei ao palco em três espetáculos amadores (desde a perda de peso), e finalmente interpretei o papel do Príncipe Encantado, da Cinderela. A perda de peso deu-me confiança. Não teria conseguido fazer isto antes", disse.

Os médicos removeram-lhe dois terços do estômago, para que se pudesse sentir satisfeito com refeições mais pequenas. A operação foi, no entanto, dolorosa, e as adaptações dietéticas também não foram fáceis, reconheceu.

"Muita gente acha que é ‘a saída mais fácil’, mas ainda é preciso trabalhar muito depois. O estômago ainda é um músculo e pode-se esticar, por isso, durante oito semanas, tenho de estar numa dieta muito rigorosa", revelou.

Atualmente, pesa cerca de 80 quilos e tem uma dieta controlada: Utiliza pratos mais pequenos para controlar as doses e, em vez de beber mais de dois litros de refrigerante por dia - como acontecia anteriormente -, bebe água, sumo ou café descafeinado.

Leia Também: Mulheres acabam detidas após discussão violenta. O motivo? A Disney

Ler artigo completo