Pochettino e a luta pelo penálti : «Foi uma vergonha o que aconteceu»

1 mes atrás 105

O Chelsea venceu, esta segunda-feira, o Everton por 6-0, mas o momento alto do encontro foi quando Noni Madueke e Nicolas Jackson trocaram empurrões para assumirem a marcação de um penálti, quando os blues já ganhavam por 4-0. Após o encontro, Mauricio Pochettino, técnico dos londrinos, lamentou o sucedido e pediu desculpa aos adeptos. 

«Não posso aceitar aquele tipo de comportamento. Avisei-os que era a última vez que quero ver aquilo, não vou aceitar aquilo outra vez. É impossível ter aquele comportamento depois daquela exibição. Se queremos ser uma grande equipa temos de pensar de forma coletiva», começou por dizer.

«Toda a gente sabe na Direção, no clube, no staff, na equipa, que o marcador de penáltis é o [Cole] Palmer e é ele quem tem de decidir se quer dar a bola a um colega. Foi uma vergonha o que aconteceu. É uma equipa jovem que precisa de aprender. Tenho de pedir desculpa porque os adeptos de todo o mundo viram uma coisa destas, estar a discutir por um penálti com 4-0 no marcador. Eles têm de aprender e de ser profissionais», finalizou o técnico argentino. 

Quando decidias quem batia o penálti no interturmas 😅#PremierELEVEN pic.twitter.com/ueTovtOrsR

— DAZN Portugal (@DAZNPortugal) April 15, 2024

Ler artigo completo