PSP identifica 154 adeptos do Hadjuk Split após violência em Guimarães

1 mes atrás 17

A Polícia de Segurança Pública (PSP) identificou 154 adeptos do Hadjuk Split por alegadamente terem arremessado cadeiras e tochas no centro histórico de Guimarães, na noite de terça-feira.

Através de um comunicado divulgado na madrugada desta quarta-feira, o Comando Distrital de Braga da PSP confirma ter recebido queixas sobre «aproximadamente 100 indivíduos» a «causar distúrbios», incluindo «arremesso de mobiliário de esplanadas e deflagração de artefactos pirotécnicos» por volta das 22h30 de terça-feira.

De acordo com a autoridade policial, o grupo de adeptos abandonou a cidade de Guimarães em cinco autocarros rumo ao Porto.

«Após estarem reunidas todas as condições de segurança», a PSP abordou os autocarros e identificou 122 cidadãos croatas, 23 portugueses e nove adeptos de outras nacionalidades. Foram ainda apreendidos «um pote de fumo, uma soqueira e um passa-montanhas».

LEIA MAIS NA CNN PORTUGAL

A PSP informa ainda que, «até ao momento, não foram reportados danos significativos nos estabelecimentos, feridos ou apresentadas denúncias criminais».

Vídeos e fotografias publicadas nas redes sociais dão conta do caos lançado em Guimarães na última noite, com tochas arremessadas para o espaço público e contra edifícios na rua Alfredo Guimarães, entre a praça da Oliveira e o Museu de Alberto Sampaio. São audíveis os sons de vidros a partir, além dos visíveis estragos em esplanadas, que obrigaram à fuga de várias pessoas.

Depois da derrota por 3-1 na Croácia, o Vitória de Guimarães recebe o Hajduk Split, para a segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga Conferência Europa, agendado para as 17h00, desta quarta-feira.

Ler artigo completo