Raide Paraíso do Todo-o-Terreno Góis–Arganil festeja 30ª edição

11 meses atrás 94

A festejar a sua 30ª edição, o Raide Paraíso do Todo-o-Terreno Góis-Arganil, segunda etapa do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, apresenta uma lista de inscritos com mais de uma centena de concorrentes, que a partir deste sábado 18 de março terão pela frente um percurso com 303 km cronometrados nas pistas serranas de Góis e Arganil.

Vencedores da prova de abertura, Martim Ventura e Rafael Carvalho, ambos em Yamaha e respetivamente nas competições Moto e Quad, e ainda a dupla João Monteiro/Nuno Morais em Can-Am nos SSV, lideram campeonato.

Nas duas rodas voltaremos seguramente a assistir a um duelo entre o candidato ao título e o campeão, Martim Ventura e António Maio, ambos em Yamaha, com a vitória nas rápidas pistas de Beja a pender para o primeiro. De salientar o regresso de Bruno Santos em Husqvarna.

O ex-campeão nacional de Rally Raid sofreu um acidente em 2021, e 16 meses depois está de regresso às pistas tendo mostrado recentemente toda a sua fibra em Abu Dhabi, segunda etapa do Campeonato do Mundo. Bruno Santos junta-se a um cada vez mais excelente plantel nas duas rodas que compreende pilotos da Honda – Gustavo Gaudêncio, Fábio Magalhães, João Duarte, Gonçalo e Salvador Amaral – da Husqvarna – Miguel Castro, Daniel Jordão e Micael Simão – da Fantic – Tomás Dias e Fernando Ferreira e ainda Bernardo Megre (KTM) e David Megre (Kawasaki).

De regresso as corridas nacionais está também o atual campeão mundial veteranos Mário Patrão em KTM.

raideNos Quad a corrida de Góis não poderá contar com o campeão nacional João Vale, acidentado em Beja na sua estreia aos comandos de um Can-Am Renegade XXC. A luta pela vitória deverá ser muito animada entre o jovem Rafael Carvalho, vencedor em Beja, e os rapidíssimos Luís Fernandes e Fernando Cardoso, todos em Yamaha.

Outros nomes a considerar são os de Fábio Ferreira em ATV Racing,  os jovens Rodrigo Alves e Tiago Ferreira, e o regressado Filipe Martins, todos em Yamaha. Presença importante a do campeão europeu Luis Pimenta numa Moto Star.

Nos SSV a lista de candidatos à vitória é extensa, mas será forçoso começar pelos nomes de João Monteiro em Can-Am, vencedor da prova de abertura, e do campeão nacional Gonçalo Guerreiro, agora aos comandos de um Polaris PRO R inscrito como piloto oficial do construtor americano, que venceu esta prova no ano passado.

Outros nomes a ter em conta são os de Luis Cidade, Roberto Borrego, Nelson Caxias, Helder Rodrigues, Pedro Santinho Mendes, Ricardo Sousa, Herlander Araújo, Marco Pereira, Avelino Luís tudo pilotos Can-Am que em Beja rolaram fortíssimo. No campeonato Stock destaque para o previsível duelo entre Rui Serpa em Can-Am vencedor em Beja e o campeão Nelson Saramago em Polaris.

O 30º Raide Paraíso do Todo-o-Terreno Góis-Arganil é uma competição organizada pelo Góis Moto Clube.

Nesta edição de 2023 os pilotos iniciarão a sua participação desportiva num prólogo com 2,9 km que se realiza no sábado, dia 18. No mesmo dia disputa-se a PEC 1 com 148,69 km de setor seletivo que se repete no dia seguinte. A prova termina no domingo com a realização pelas 13 horas da PEC 3 com 2,9 km.

Para mais informações sobre o 30º Raide TT de Góis – Arganil clique aqui .

Fique atento a www.motojornal.pt para estar sempre a par de todos os resultados do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. A não perder!

Ler artigo completo