Rão Kyao: “Após o 25 de Abril foram deitadas ao lixo verdadeiras obras-primas. São períodos em que se confundem as coisas de forma absurda”

6 dias atrás 7

Rão Kyao é o mais recente convidado do podcast Posto Emissor. O músico de 74 anos falou à BLITZ sobre o concerto que dará a 27 de maio no Casino Estoril, dedicado a Mahatma Gandhi, e também sobre o seu longo percurso na música, que se iniciou no jazz.

Em 1972, foi viver para França, voltando a Portugal depois do 25 de Abril. Na altura, não encontrou no seu país um ambiente propício à valorização do jazz. "No regime anterior ao 25 de Abril, era [considerado] música revolucionária. A seguir, era [tido como] música do imperialismo americano. É uma lógica absurda", considera. "Após o 25 de Abril foram deitadas ao lixo verdadeiras obras-primas que havia na televisão. E nós tínhamos uma tradição de música portuguesa extraordinária", diz, salientando que não se refere às "questões políticas": "O 25 de Abril tinha de acontecer".

Ouça a resposta completa pelos 26m 40s.

Ler artigo completo