Telemóveis e dispositivos 'vão roubando' visão. Como combater a situação?

1 mes atrás 70

As dificuldades de visão são cada vez mais acentuadas pelo uso de dispositivos móveis, com a Organização Mundial de Saúde (OMS) a estimar que 2,2 mil milhões de pessoas a nível mundial tem problemas em ver ao longe ou perto.

Num mundo onde viver sem um telemóvel parece cada vez mais impossível, há como usar os 'smartphones' de uma forma mais equilibrada para a saúde.

A publicação The Wired falou com a Apple e a Google por forma a perceber o que podia ajudar neste combate à perda de visão. Para além de serem recomendadas algumas aplicações e ativação de funcionalidades que podem ajudar a identificar objetos ou tirar 'selfies' melhores, são deixadas algumas dicas, que pode começar já a praticar.

Eis as recomendações:

20-20-20

Para começar, deve aplicar a regra 'dos 20', que defende que, se olha para dispositivo ao longo do dia - não só no caso dos telemóveis, mas também nos computadores -, se deve, a cada 20 minutos olhar para um objeto a seis metros durante 20 segundos. A distância deve ser de seis metros, que são 20 'feet', no sistema de medição norte-americano.

Mais escuro, mais 'saudável'

Também o uso do modo noturno ou 'dark mode' em ambientes mais escuros pode ser positivo para a visão, dado que o contraste entre o ambiente e o brilho que emana é menor desta forma.

O tamanho também é importante

Não só o brilho é importante, como também deve tomar atenção ao tamanho dos ícones e letras. Nas definições do seu telemóvel é possível escolher não só a fonte do texto, por forma a ficar mais claro, como também o tamanho - que pode fazer com que a leitura não exija tanto esforço.

O modo de leitura

Também outra ideia deixada pela publicação é o facto de existir o modo de leitura, que acaba por automaticamente tornar o ecrã menos brilhante.

Leia Também: Google testará 'modo ladrão' em telemóveis Android no Brasil

Ler artigo completo