Um fio de cabelo em Marte? Nesta descoberta da NASA ainda não há certezas

1 mes atrás 32

Desde que aterrou em Marte, o Perseverance tem escrutinado ao detalhe o terreno do planeta vermelho. Nos três quilómetros já percorridos, há descobertas particulares. Nenhuma como a do início deste mês de agosto.

Por agora, não há sinais de vida, apesar de a missão ter percebido que o planeta era parecido com a Terra há cerca de 3500 anos, com oceanos, rios e lagos necessários à vida.

Há dias, a NASA extraiu uma nova amostra, a décima segunda. Entre os elementos que chegaram ao sistema de recolha está um pequeno pelo, similar a um cabelo. A agência espacial norte-americana diz que está a investigar a origem do mesmo.

E, mesmo não havendo certezas por agora, há uma hipótese que os cientistas acreditam ser a mais provável: poderá tratar-se de um resquício do paraquedas que permitiu à Perseverance pousar em Marte e que foi descartado no início da missão.

Apesar de tudo, a NASA diz que é demasiado cedo para apurar a origem. Para tal, irá obter mais imagens, que deverão estar prontas no final da semana. A comunidade científica fica, assim, em suspenso.

A missão arrancou em fevereiro de 2021, com o veículo espacial a pousar na cratera Jezero, em Marte. Desde então, tem vasculhado o planeta vermelho numa missão que deverá arrastar-se ao longo desta década e início da próxima.

A NASA espera trazer os pedaços recolhidos em Marte para a Terra, numa missão que está ainda em fase de desenvolvimento.

2022-08-10 09:00 CNN Portugal / WL

Ler artigo completo