Caças lusos intercetam 2 aeronaves russas perto do espaço aéreo da NATO

1 mes atrás 45

Caças F-16M portugueses foram ativados, ao início da tarde de segunda-feira, depois de duas aeronaves da Federação Russa terem sido vistas "a sobrevoar águas internacionais em aproximação ao Espaço Aéreo NATO sem plano de voo".

O alerta para o primeiro Alpha Scramble em céus bálticos, no âmbito da missão enhanced Air Policing 2024, foi dado pelo Centro de Operações Aéreas Combinadas de Uedem, "quando duas aeronaves não identificadas se encontravam a sobrevoar águas internacionais em aproximação ao Espaço Aéreo NATO sem plano de voo", adiantou a Força Aérea portuguesa, em comunicado.

Uma parelha de F-16M descolou, logo após a ativação, da Base Aérea de Siauliai, na Lituânia, tendo intercetado e identificado ambas as aeronaves, que provaram ser da Federação Russa.

De acordo com a Força Aérea, as aeronaves "foram acompanhadas pelos caças lusos até à fronteira dos estados bálticos".

"A missão foi concluída com sucesso demonstrando assim o elevado estado de prontidão e proficiência do destacamento português, que conta com quatro F-16M e um contingente de até 95 militares da Força Aérea", destacou o organismo.

Leia Também: Bebé nasce a bordo de avião da Força Aérea "em pleno Oceano Atlântico"

Ler artigo completo