Detidos dois suspeitos de homicídio de homem em Setúbal

2 meses atrás 48

A Polícia Judiciária (PJ) deteve dois suspeitos da prática de dois crimes de homicídio, na forma consumada, de um homem de 26 anos, e na forma tentada, de um homem de 33 anos, em Praias-do-Sado, concelho de Setúbal.

De acordo com um comunicado da PJ, hoje divulgado, através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, foram detidos "fora de flagrante delito" dois homens, de 29 e 22 anos, por "fortes indícios da prática de dois crimes de homicídio qualificado, um na forma tentada", de um homem de 33 anos, e "outro, na forma consumada", de um homem de 26 anos.

Na nota é explicado que os factos ocorreram depois das 21h00 de 5 de novembro, quando os dois suspeitos, irmãos, "munidos de uma espingarda caçadeira, se dirigiram a uma casa onde, à data, residiam vários indivíduos de origem indiana com o objetivo de se vingarem de uma suposta ofensa verbal que, alegadamente, uns quaisquer cidadãos originários da Índia tinham dirigido à respetiva progenitora".

Após "se certificarem de que existiam pessoas no interior da habitação", levantando a persiana de uma das janelas, "efetuaram dois disparos de arma de fogo para o interior da residência, atingindo no peito um dos habitantes que, inevitavelmente, teve morte imediata", referiu a PJ.

"Seguidamente, o suspeito que se encontrava armado, dirigiu-se às traseiras da habitação e disparou contra outro indivíduo ali residente, com a clara intenção de o matar, atingindo-o no ombro esquerdo", acrescentou.

As autoridades consideraram que "a ação dos suspeitos só não teve consequências ainda mais graves porque, a dada altura, o atirador acabou por ser desarmado, o que motivou a fuga de ambos do local".

Segundo disse à Lusa o coordenador da Polícia Judiciária de Setúbal, João Bugia, no dia a seguir ao ataque, o crime terá sido cometido por "dois ou três indivíduos encapuzados" que, através de uma janela, dispararam com uma espingarda caçadeira para o interior de uma moradia da Rua Eng. Ribeiro da Silva, em Praias-do-Sado.

De acordo com o coordenador a PJ, além da vítima mortal estavam mais algumas pessoas na moradia, uma das quais também foi atingida pelos disparos, mas sofreu apenas ferimentos ligeiros.

Na nota da PJ é ainda referido que os suspeitos, "ambos com antecedentes criminais de vária natureza", serão hoje presentes "a primeiro interrogatório judicial de arguido detido", para aplicação das medidas coação adequadas.

Ler artigo completo