Elon Musk quer começar a cobrar por publicação no X para combater os bots

1 mes atrás 62

Elon Musk prometeu acabar com os bots se conseguisse comprar o Twitter (atualmente X). O magnata conseguiu finalmente pôr as mãos na rede social, mas o problema destas contas automáticas mantém-se. Agora, um ano e meio depois de ter adquirido a plataforma, Musk pôs em cima da mesa uma ideia peculiar: que os utilizadores paguem para fazer publicações.

Musk quer cobrar os novos membros que queiram fazer posts

Até agora, as únicas pessoas que pagam para utilizar o X são as que subscrevem alguns dos seus planos premium. Trata-se de propostas que, em todos os casos, oferecem vantagens como a edição de mensagens e a realização de publicações mais longas. O próximo passo da rede social seria cobrar os novos membros que queiram fazer posts, limitando o que pode ser feito sem o pagamento de uma taxa.

A notícia foi revelada por esta mensagem publicada esta tarde pelo próprio Musk:

Infelizmente, a única forma de travar o ataque implacável dos bots é com uma pequena taxa por publicação para novos utilizadores.

O empresário estava a responder a outra mensagem que referia alterações aos termos de serviço que abririam a porta à cobrança de taxas aos utilizadores para ajudar a reduzir o spam.

X

A ideia é tornar inviável a utilização de bots

Musk também salientou que os atuais bots com IA podem facilmente passar no teste "és um bot?", referindo-se ao método CAPTCHA que se destina a impedir que sistemas automatizados utilizem plataformas online, como as redes sociais. E embora o CAPTCHA tenha evoluído ao gerar puzzles de IA, pode não ser tão eficaz como se esperava.

É de notar que Musk não forneceu detalhes sobre quando esta nova ideia seria implementada ou quais as taxas que os utilizadores teriam de pagar. No entanto, esta ideia para combater os bots está a funcionar como teste piloto desde outubro do ano passado na Nova Zelândia e nas Filipinas. Em ambos os países, os novos utilizadores têm de pagar 1 dólar por ano para publicar, gostar, responder e citar mensagens. Os utilizadores existentes, por sua vez, podem continuar a utilizar a rede social como antes, sem pagar.

Esta não é a primeira vez que o CEO da Tesla fala sobre esta ideia. De acordo com uma conversa sobre inteligência artificial no ano passado com o primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu, "um bot custa uma fração de cêntimo, mas mesmo que [quem cria o bot] tenha de pagar... alguns dólares ou assim, o custo efetivo dos bots é muito elevado". A ideia seria tornar economicamente inviável a utilização de bots.

Leia também:

Ler artigo completo