Guarda-redes Cláudio Ramos estende ligação ao FC Porto por mais três temporadas

1 semana atrás 37

"É um sentimento de orgulho e de trabalho bem feito, porque estes três [próximos] anos significam que os últimos quatro foram de bom trabalho. Apesar de não ter jogado tanto como gostaria, sei que desempenhei um papel bastante importante na equipa e que fui importante nos títulos que conquistámos", observou, em declarações citadas pelo clube.

Cláudio Ramos, de 32 anos, leva 24 partidas pelo FC Porto, ao qual chegou no verão de 2020, após nove épocas de ligação ao então primodivisionário Tondela, arrebatando na `sombra` de Diogo Costa um campeonato, duas Taças de Portugal e uma Taça da Liga.

"Renovar com uma nova direção e equipa técnica é sinal de que confiam em mim para o futuro do FC Porto. É muito importante para mim ter esse reconhecimento. Por vezes, as pessoas poderão pensar que estou acomodado por ser o segundo guarda-redes ou por desempenhar um papel secundário no FC Porto, mas é mentira. Eu trabalho diariamente para ser titular e o melhor guarda-redes possível", reconheceu o internacional português.

Com formação repartida entre Paivense, Académico de Viseu, Repesenses ou Vitória de Guimarães, que ainda o emprestou a Amarante (2010/11) e Tondela (2011/12), Cláudio Ramos foi enaltecido por Andoni Zubizarreta, diretor desportivo do FC Porto e ex-guarda-redes internacional espanhol, que o descreveu como "um exemplo para os mais jovens".

"Acima de tudo, falamos de estabilidade. A posição de guarda-redes é sempre especial e o Cláudio Ramos dá-nos muita tranquilidade. O mundo dos guarda-redes é especial e os mais experientes acrescentam tranquilidade, saber estar e domínio de situações do jogo. São importantes para orientar os mais jovens, mas também para competir pela posição, porque todos os jogadores treinam durante a semana para jogar ao domingo", destacou.

Cláudio Ramos é a primeira renovação anunciada para 2024/25 pelo FC Porto, que tinha promovido na semana passada ao cargo de treinador principal o ex-adjunto Vítor Bruno, sucessor de Sérgio Conceição, recordista de jogos, vitórias e troféus no banco do clube.

Ler artigo completo