Homicida de irmã de Yannick Djaló queria perdão do Papa

1 mes atrás 26

Abel Fragoso, o homem de 24 anos condenado a 16 anos de cadeia por ter morto Açucena Patrícia, de 17, irmã do ex-futebolista Yannick Djaló, pediu ao Tribunal de Almada para ter um perdão de pena no âmbito da Lei n.º 38-A/2023, pela visita do Papa Francisco para a Jornada Mundial da Juventude.

O tribunal informou-o que não tem direito, uma vez que a lei apenas prevê o perdão de 1 ano em penas até 8 anos e que o homicídio e condução perigosa estão fora dos crimes abrangidos.

Abel foi condenado por ter atirado um carro, que conduzia, contra um grupo de pessoas, na Moita, matando Açucena, em 2018.

Ler artigo completo