Quatro membros dos No Name Boys condenados por violarem menor

3 semanas atrás 42

Quatro dos 13 arguidos num processo com ligações aos No Name Boys foram condenados, esta segunda-feira, a penas de prisão efetivas entre os sete e os nove anos. Outros quatro receberam penas suspensas, enquanto cinco foram absolvidos.

Os «casuals» do Benfica foram condenados a penas de prisão efetivas de nove anos, sete anos e seis meses, sete anos e três meses e sete anos e dois meses, depois de serem acusados da violação de um jovem de 16 anos.

Os arguidos terão ainda de pagar 24 mil euros à vítima, também adepto do Benfica, que terá sido violado por ter amigos apoiantes do Sporting.

Na leitura da sentença no Juízo Central Criminal de Lisboa, a juíza considerou que a conduta dos arguidos foi «absolutamente bárbara, primitiva e cobarde».

A magistrada acrescentou que lhe custava a crer «que jovens entre os 21 e os 30 anos tenham a coragem de fazer passar as atrocidades, que aqui estão descritas, ainda para mais a um jovem de 16 anos».

Os 13 arguidos, refira-se, estavam indiciados por crimes de roubo, ofensa à integridade física qualificada, violação agravada, gravações ilícitas, coação agravada, tráfico de droga, desobediência e de diversos outros crimes de posse de arma proibida.

Ler artigo completo