Recuperação do tempo de serviço vai custar 470 milhões de euros

1 mes atrás 42

​Professores

17 jun, 2024 - 17:00 • Cristina Nascimento

Contas feitas pela UTAO já são conhecidas. A unidade desenha três cenários, um deles o que foi acordado entre o Ministério e alguns sindicatos do setor.

A recuperação do tempo de serviço dos professores vai custar ao Estado mais de 450 milhões de euros, valor bruto. O número é apontado pela Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO).

O documento, tornado público nas últimas horas, traça três cenários distintos, consoante diferentes prazos de recuperação do tempo de carreira.

O cenário que foi acordado com alguns sindicatos terá, até 2028, um custo total de 470 milhões de euros bruto. Se descontarmos a este valor um aumento, por exemplo, das contribuições para a Segurança Social, o valor líquido da medida desce para 203 milhões de euros.

O acordo estabelecido entre Ministério e sindicatos prevê a recuperação dos seis anos, seis meses e 23 dias à razão de 25% por ano.

[em atualização]

Ler artigo completo