AICEP promove negócios portugueses em Marrocos

1 mes atrás 27

A agência está a organizar várias iniciativas de promoção de oportunidades de negócio em Marrocos para as empresas portuguesas, no âmbito da organização conjunta por Marrocos, Portugal e Espanha do Campeonato do Mundo FIFA 2030.

Marrocos vai desenvolver grandes projetos para acomodar os requisitos da FIFA para os respetivos eventos, pelo que a AICEP, em colaboração com as principais entidades marroquinas, realizou esta manhã um webinar destinado a dar a conhecer às empresas portuguesas as oportunidades decorrentes da organização do Mundial de futebol em 2030.

Em comunicado, o presidente da agência, Filipe Santos Costa, diz que “os grandes eventos, como é o caso do Campeonato do Mundo 2030, são sempre uma boa oportunidade para as empresas portuguesas expandirem os seus negócios e promoverem os seus produtos e serviços. A experiência e competência das empresas portuguesas da fileira da construção, que inclui engenharia e arquitetura, é reconhecida internacionalmente, prevendo-se que potenciem as exportações destes serviços para Marrocos”.

Ainda no sentido de apresentar o mercado marroquino, destacando o ambiente de negócios e o potencial do mercado, está marcado, para quinta-feira, 18 de abril, o workshop Em Foco Marrocos – Sector Automóvel. Já na sexta-feira, 19 de abril, será realizado o workshop Go to Market Marrocos, para empresas portuguesas que pretendam conhecer melhor as características e as oportunidades de negócio do mercado marroquino.

Estes dois eventos realizam-se na Sala Tom Jobim do Hotel da Música, no Porto, e contam com a presença do Delegado da AICEP em Marrocos e diversas entidades governamentais e associações sectoriais marroquinas, havendo a oportunidade de reuniões bilaterais entre os parceiros marroquinos e as empresas portuguesas.

A AICEP chama a atenção para o facto de Marrocos ser um mercado que tem vindo a reforçar o seu posicionamento na geopolítica mundial e a assumir um papel-chave no eixo África-Europa, sendo também um mercado cada vez mais relevante para as empresas portuguesas, no contexto africano.

“Pretende-se ainda abrir portas à realização de uma Missão Institucional e Empresarial a Marrocos, com vista à identificação, neste âmbito, de potenciais parceiros marroquinos”, conclui a agência.

Ler artigo completo