Campanha quer envolver toda a população na prevenção da violência

1 semana atrás 32

Entidades ligadas à saúde, educação e solidariedade vão lançar, na quarta-feira, uma campanha contra a violência que pretende sensibilizar e apelar ao envolvimento de toda a população na prevenção.

Intitulada "Não se aceita, ponto", a campanha é uma iniciativa da Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde, da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares e da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, com o apoio da Câmara Municipal de Cascais.

Apesar de ser lançada no Dia de São Valentim, a campanha nacional de prevenção da violência não aborda apenas a violência no namoro, mas em todo o ciclo de vida, seja contra crianças, jovens ou idosos.

De acordo com a informação publicada na página do Serviço Nacional de Saúde (SNS), pretende-se estabelecer "a base para o envolvimento e participação ativa de toda a sociedade na prevenção da violência".

"Esta campanha representa um marco no trabalho realizado em rede", acrescenta a nota.

A campanha será lançada na quarta-feira, num evento no Centro de Congressos do Estoril, em que participam o diretor executivo do SNS, Fernando Araújo, o secretário de Estado da Educação, António Leite, a presidente da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, Rosário Farmhouse, e o presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras.

Está também prevista a intervenção de várias personalidades, sobretudo ligadas aos setores da saúde e da educação.

Ler artigo completo