Foi ao trabalho da 'ex' para "atentar contra a sua integridade física"

1 semana atrás 38

Um homem de 51 anos foi detido pela Guarda Nacional Republicana (GNR), no dia 2 de fevereiro, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Ovar.

Em comunicado, enviado esta terça-feira às redações, a autoridade revelou que a detenção ocorreu "no âmbito de uma denúncia a dar conta de que o suspeito estava a deslocar-se para o local de trabalho da vítima, sua ex-companheira de 49 anos, com o objetivo de atentar contra a sua integridade física".

Já no local, os militares "confirmaram a veracidade dos factos e detiveram o indivíduo", tendo ainda apurado que o "agressor estava obrigado ao cumprimento de afastamento da vítima, medida decretada desde julho do ano passado.

Após ser presente ao Tribunal Judicial de Aveiro no passado sábado, 10 de fevereiro, foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

No comunicado, a GNR lembrou que "a violência doméstica é um crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva".

Se precisar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica, participe:

No Portal Queixa Eletrónica, em https://queixaselectronicas.mai.gov.pt; Via telefónica, através do número de telefone 112; No Posto da GNR mais próximo à sua área de residência, tendo os nossos contactos sempre à mão em www.gnr.pt/contactos.aspx; Na aplicação App MAI112 disponível e destinada exclusivamente aos cidadãos surdos, em http://www.112.pt/Paginas/Home.aspx; Na aplicação SMS Segurança, direcionada a pessoas surdas em www.gnr.pt/MVC_GNR/Home/SmsSeguranca.

Leia Também: Continuam trabalhos para chegar a trabalhador soterrado na mina de Sines

Ler artigo completo