O que é a congestão nasal?

5 meses atrás 161

A congestão nasal é frequentemente referida como obstrução nasal, nariz entupido e nariz tapado. A gravidade da obstrução nasal varia de um doente para outro, sendo que em algumas pessoas mesmo uma congestão nasal ligeira é bastante incomodativa e limitativa. Nestas situações deverá procurar um especialista para obter um plano terapêutico adequado.

Artigo da responsabilidade do Dr. João Marques. Alergologista

O que provoca a congestão nasal?

A congestão nasal pode ser provocada por alterações na morfologia do nariz ou por edema da mucosa (revestimento interno) do mesmo. As alterações da morfologia do nariz podem incluir desvios do septo nasal e, em idade pediátrica, por aumento dos adenoides. O nariz é revestido por uma fina membrana mucosa que pode ficar edemaciada (“inchada”). Este edema pode ser provocado por infeções (virais ou bacterianas) ou alergia.

Quais são os sintomas?

A congestão nasal é um sintoma por si só. Em certas condições, pode ser acompanhada de outros sintomas, como secreções nasais, dor facial, perda de olfato, espirros e comichão nasal.

O que posso fazer para melhorar?

A congestão nasal ligeira pode não exigir nenhum tratamento. Se os seus sintomas forem de curta duração, durando apenas alguns dias a algumas semanas, poderá utilizar um spray nasal descongestionante. Estes descongestionantes não devem ser utilizados durante longos períodos. A utilização de soluções salinas ou outras preparações para lavagem nasal pode ser útil para remover secreções nasais. Se os sintomas forem provocados por alergia e forem ligeiros e intermitentes, a utilização de comprimidos anti-histamínicos pode ajudar. No entanto, se os sintomas forem muito incomodativos e persistentes deverá recorrer a um especialista.

O que será avaliado numa consulta habitual por congestão nasal?

Através da história clínica, o especialista avaliará os sintomas e tentará identificar as possíveis causas da congestão nasal. Para ajudar a esclarecer a causa dos seus sintomas, o especialista examinará frequentemente o seu nariz. Em situações particulares poderão ser necessários realizar alguns exames auxiliares de diagnóstico, nomeadamente exames de imagem, análises sanguíneas e testes cutâneos de alergia. Convém ressalvar que nem todas as condições que causam congestão nasal necessitam de exames auxiliares de diagnóstico, cabendo ao especialista a avaliação do benefício da realização dos mesmos.

Ler artigo completo