Sector de informação e comunicação registou maior proporção de empresas inovadoras na pandemia

1 mes atrás 40

Entre 2020 e 2022, perto de 45% das empresas tiveram atividades de inovação, face aos 48% entre 2018-2020 e 32,4% entre 2016-2018.

Durante o período da pandemia, o sector da informação e comunicação foi aquele que registou uma maior proporção (71,2%) de empresas inovadoras, seguindo-se os serviços financeiros (65,6%), comércio (48,4%) e outros serviços (46,6%), de acordo com os dados revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) esta terça-feira, 16 de abril.

Entre 2020 e 2022, perto de 45% das empresas tiveram atividades de inovação, face aos 48% entre 2018-2020 e 32,4% entre 2016-2018.

Em 2022, a despesa total com atividades de inovação atingiu 3.882,2 milhões de euros, mais 41,9% face ao valor de 2020, e que representa cerca de 1% do total do volume de negócios das empresas (proporção idêntica à de 2020).

Por outro lado, 15,2% do volume de negócios das empresas, em 2022, resultou da introdução de produtos novos ou melhorados (+1,4 p.p. face a 2020 e +4,0 p.p. face a 2018), sendo que 10,8% resultou da introdução de bens ou serviços novos para a empresa e 4,4% da introdução de bens ou serviços novos para o mercado (9,5% e 4,3% em 2020, respetivamente).

Ler artigo completo