“magnata” antecipa álbum de estreia de Judeline

3 meses atrás 143

Fotografia: Aliron Studio

Publicado a: 11/04/2024

Um sabor diferente, a mesma magia.

Fotografia: Aliron Studio

Publicado a: 11/04/2024

A dois dias de se estrear em Lisboa, Judeline lança um novo trunfo para cima da mesa. “magnata” é o novo single da artista andaluz e antecipa aquele que será o seu primeiro longa-duração.

Judeline volta a fazer das suas e, à semelhança do que vinha a acontecer com os seus últimos temas, muda por completo as regras do seu próprio jogo. Se em 2022 tinha tecido um reggaeton com a mesma matéria com que se cosem os sonhos no duplo TÁNGER Y ZAHARA, no ano seguinte abordava a mesma cadência do dembow no seu estado mais bruto, mais próximo do neoperreo, com a promiscuidade de um “2+1”. Pelo meio havia ainda cruzado o Atlântico para pedir emprestado o swing do baile funk para o seu “CANIJO” e abordado covers de “La Tortura” e “Soy El Único” de uma perspectiva mais tradicional e próxima das suas raízes andaluzes.



Com a chegada de “magnata”, dá-se uma nova volta de 180 graus. A lei agora é a da house music, mas surge aqui numa fórmula mística que evoca o folclore venezuelano e ganha contornos de bruxedo graças à peça cinematográfica realizada pela dupla NONO + RODRIGO, eles que têm sido responsáveis pela feitura de videoclipes de alto teor estético para gente como Arlo Parks, Biig Piig, Khelani ou Califato ¾. Na batida do single podemos encontrar as assinaturas dos habituais colaboradores de Judeline, Mayo e Tuiste, aos quais se juntam ainda Drummie (um dos arquitectos de SUPERNOVA de Ralphie Choo) e Rob Bisel (o produtor de Los Angels foi peça fulcral de SOS, de SZA, e tem somado créditos em faixas para Kendrick Lamar, Eminem ou Tyler, The Creator).

O futuro soa promissor para a nova coqueluche da Interscope Records, que avança agora com a garantia de estar a preparar o tão esperado álbum de estreia. Além das canções avulso, Judeline conta ainda com o curta-duração de la luz, projecto que fez da jovem cantora, hoje com apenas 21 anos, uma das mulheres que inspiraram ROSALÍA para o seu último MOTOMAMI.

É já esta sexta-feira, 12 de Abril, que Portugal vai testemunhar a sua magia em palco pela primeira vez através de um concerto agendado para o Musicbox, em Lisboa. E não vai ser preciso esperar muito para uma segunda dose, já que a artista do sul de Espanha foi confirmada para o concerto de abertura de J Balvin, também em Lisboa, marcado para o dia 1 de Junho no Passeio Marítimo de Algés.


pub

Ler artigo completo